Lino

Category
Vila do Sino

Lino

Dimensões: 0,50 X 0,80
Técnica: Acrílica sobre tela

Pedra, tijolo e cimento,
areia, cascalho e brita,
resto de sonhos, retalhos de construção…
Uma garrafa de café, um pedaço de pão.
Acende mais um cigarro,
continua o desatino no radinho de pilha.
Ainda um pouco de terra,
o ferro trançado a mão
das vigas e das colunas,
mais na alma que no sangue.
Lino ergue o olhar por cima do muro,
a pedra esconde a casa,
o tijolo ergue o sonho,
no contorno e na simetria
de paredes sólidas,
o desenho mágico,
a cimento, areia, cascalho e brita.
Uma ponta de céu avança o olhar.
Mais para cima, uma nesga de sol.
Some o chão, ganha o ar
Resto de sonho e retalhos minguam.
A casa esconde a pedra, o tijolo e o cimento.
Lino ergue o olhar por cima dos muros,
avança no azul mais alto que pode,
vê o vilarejo e a paisagem foge,
agarra o desenho frágil;
as curvas se projetam nele.
Ontem foi sol, hoje é chuva,
e as casas crescem.
Um silêncio persiste:
a casa olha o homem,
e suas mãos
por cima do muro…